Episódio cinco: “Flores para os meninos”

Embora a nação estivesse, de certa forma, acostumada às tragédias e às fortes emoções em sua decorrência, os dias que se passaram à tragédia de Vale Alberione foram marcados por protestos e questionamentos públicos. Infelizmente, nem mesmo a evidente chegada de uma guerra civil foi superior à decepção do país diante do envolvimento tão direto…

Episódio quatro: “Começa uma guerra”

Em uma das muitas viaturas que foram enviadas até Vale Alberione,  Inácio e Melissa, os pais de Richard Steward, faziam o caminho contrário. Retornando à Aurora, sentiram o carro parar com certa suavidade em um lugar fechado que jamais haviam visto nos jornais ou imagens televisionadas do palácio real. Por isso mesmo, não sabiam onde…

Episódio três: “Uma questão de prioridades”

─ Vossa Majestade! ─ o tenente brigadeiro entrou apressado no gabinete do rei, carregando consigo uma pasta preta fosca com o símbolo da sua divisão brilhando em detalhe prateado. ─ Tenente… ─ era visível o estranhamento da parte do rei. Até então, o tenente brigadeiro Almeida jamais havia encontrado motivos para entrar daquele jeito no…

Episódio dois: “Novas perspectivas”

A gravação do testemunho parcial de Pedro estava encerrada. As quatro pessoas que o acompanharam naquela ação, aos poucos, deixaram o quarto exclusivamente para o prefeito. Sozinho, ele mexeu os dedos sobre o lençol branco de pano grosso. Estava inquieto. Deu um pulo e estava em pé ao lado da cama. Já sofrera surras piores,…

Episódio um: “Resgates”

Berenice atendeu o telefone. Um som estranho era a única coisa que ouvia, como se alguém rastejasse próximo ao aparelho pelo qual falava. Em seguida, ela pôde ouvir uma voz masculina abafada: “Eu também sei quem é você…” e o som da garganta sendo sufocada permitia entender que não haveria nome para ouvir naquele momento….

As lentes da Princesa de Gales

Achei curiosa uma coincidência entre aniversários que envolve a falecida Princesa de Gales e o universo das lentes, neste caso, daquelas do cinema. No próximo dia 31 de agosto será recordado mais um aniversário de falecimento deste ícone da humanidade. Serão 23 primaveras sem o seu glamour a encantar e polinizar o jardim do mundo….

Olhar distante

Passando perto de uma janela, com olhar um tanto perdido, um rapaz segurava uma mochila perigosamente desatento. Embora aquele par de olhos escuros apontassem para um aparente vazio ou algum ponto qualquer da acinzentada calçada quadriculada da estação rodoviária, havia muito o que ser visto por ele, talvez um chão mais vivo e colorido, resguardado…

A luz no abacateiro

Era uma vez, numa cidadezinha minúscula, uma coisa brilhando entre os galhos de um abacateiro. Aquela coisa diferente, cujo brilho débil apenas conseguia iluminar pouco mais que alguns centímetros ao seu redor, não passou despercebida aos olhos de um pequeno rapazinho, uns sete ou oito anos, que saía à soleira de uma casa de madeira,…

Ele amou Nova Iorque

Milton Glaser, autor do logo “I ❤ NY” e um dos maiores nomes da ilustração e das artes gráficas, morreu aos 91 anos, em Manhattan, Nova Iorque, EUA. Fiquei sabendo hoje da morte de Milton Glaser e fiquei comovido. Não era fã, nem acompanhava seus trabalhos. Assim como para a maioria das pessoas, ele teve…